• SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DO ESTADO DE SERGIPE

NOTA DE REPÚDIO

O SINPOL SERGIPE, publica nota de repúdio a “recomendação” exarada pela Delegada Geral Katarina Feitoza.

28/09/2017

O Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Sergipe – SINPOL SERGIPE, vem a público REPUDIAR a “recomendação” exarada pela delegada Katarina Feitoza, atual ocupante da função comissionada de Delegada Geral da Polícia Civil de Sergipe, através da qual procura coibir reações contrárias à política de segurança do Governo que a nomeou.

A Delegada Geral, valendo-se de práticas típicas de assédio moral, inclusive, com ameaças de punição administrativa aos policiais civis que seguem orientações do Sindicato decididas em Assembleia Geral da Categoria, frente aos reiterados atrasos nos pagamentos dos salários destes profissionais, atua com descabida arrogância.

Tal postura remonta à época do DOI-CODI, durante a Ditadura Militar, em que a liberdade de manifestação dos trabalhadores contra arbitrariedades do governo era brutalmente impedida, muito embora hoje atravessemos situação funcional ainda mais crítica, pois, naquele período, no mínimo, a Polícia Civil teve respeitado seus direitos de reajustes anuais e pagamento dos salários dentro do mês trabalhado, o que sabemos não acontecer atualmente.

Justamente nos momentos em que o SINPOL SERGIPE populariza informações sobre a situação caótica das delegacias de polícia, o baixo efetivo de Policiais Civis e o pior momento da política pública de segurança em nosso Estado, se intensificam intimidações contra os trabalhadores.

Na medida em que o Governador não cumpre a Constituição Federal; a Constituição Estadual; as decisões judiciais para pagamento de salários dentro do mês trabalhado (TJ/SE); o efetivo mínimo determinado em lei (Lei 4133/99); a regularidade no pagamento de proventos aos aposentados e pensionistas, dentre outras imoralidades administrativas, esperaríamos, ao menos da Delegada Geral sergipana, a defesa adequada da Polícia Civil de Sergipe, no sentido de garantir melhor funcionamento da máquina pública, primando pela “dignidade da pessoa humana e valorização do trabalho”.

 

O SINPOL SERGIPE NÃO SE DEIXARÁ AMORDAÇAR E MANTÉM A DECISÃO DA ÚLTIMA ASSEMBLEIA GERAL DA CATEGORIA!

João Alexandre Fernandes Menezes                                    Jorge Henrique dos Santos

POLICIAL CIVIL                                                                      POLICIAL CIVIL

Presidente                                                                                   Diretor


Veja também

Policiais matam e morrem mais no Brasil, mostra balanço de 2016

Policiais matam e morrem mais no Brasil, mostra balanço de 2016

30/10/2017 - Disparou o número de pessoas mortas em decorrência de intervenções policiais no Brasil, segundo os dados do F&oac...

Temer vence, mas placar revela desgaste com aliados

Temer vence, mas placar revela desgaste com aliados

26/10/2017 - O placar de votos favoráveis a Michel Temer registrado nesta quinta-feira (25) no plenário da Câmara, inferior ao verifi...

Centrais reafirmam: Se botar pra votar, o Brasil vai parar!

Centrais reafirmam: Se botar pra votar, o Brasil vai parar!

13/12/2017 - As centrais sindicais repudiam e denunciam como mentirosa e contrária aos interesses do povo brasileiro a campanha que o governo Mich...

Contas: Conselheira faz alerta e censura ao Estado

Contas: Conselheira faz alerta e censura ao Estado

04/12/2017 - A conselheira Susana Azevedo, do Tribunal de Contas do Estado (TCE), emitiu parecer pela aprovação das contas do Governo Estad...