• SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DO ESTADO DE SERGIPE

Assembleia Geral do Sinpol/SE: categoria apoia mobilização nacional contra texto da Reforma da Previdência

16/05/2019

O Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Sergipe (Sinpol/SE) realizou na última terça-feira, 14, uma Assembleia Geral Ordinária da categoria com o objetivo de apresentar o resultado do trabalho que vem sendo desenvolvido pela atual gestão sindical nestes primeiros quatro meses do ano. Na oportunidade, foram tratados quatro temas como informes gerais e dois pontos foram para votação sendo deliberados pelos filiados presentes.

 

No referente ao tema Reforma da Previdência, Adriano Bandeira, presidente do Sinpol/SE, fez um breve histório explicando o engajamento do sindicato nesta luta por meio da União dos Policiais do Brasil local (UPB Sergipe), bem como pelas orientações que estão sendo passadas pela Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis (Cobrapol). “É o momento das forças de Segurança Públlica se unirem em todo o país com ações voltadas para a não aceitação da PEC 06/2019 que trata da Reforma da Previdência e que tramita na Câmara dos Deputados em Brasília/DF. Todos os profissionais de Segurança Pública precisam ser tratados de maneira igualitária, não devendo haver distinções entre os profissionais que atuam no regime militar e os que atuam no regime civil, porque todos corremos riscos em nosso cotidiano profissional”, destacou. 


Além dos informes relacionados ao tema, ficou definido que o Sinpol/SE deve se somar à mobilização nacional no próximo dia 21 de maio em Brasília/DF por meio de representação, dentro das possibilidades financeiras da entidade sindical. Pontos que prejudicam os profissionais de Segurança Pública destacáveis na Reforma da Previdência, como idade mínima, integralidade, paridade, pensão integral e vitalícia, além das regras de transição e restauração remuneratória serão esclarecidos aos filiados no decorrer da próxima semana por meio das redes sociais do sindicato, para que todos consigam compreender melhor a importância da referida luta.

 
Outro tema trazido nos informes gerais foi o empoderamento da Polícia por meio da Política, tendo em vista que há nacionalmente o entendimento de que é necessário que os policiais civis, em todo o Brasil, comecem a mapear futuras lideranças políticas nos municípios brasileiros, como forma de fortalecer a categoria. “Não é deixar a luta sindical de lado e partir para a política partidária. É compreender que o cenário atual exige que a gente comece a identificar nos 75 municípios sergipanos policiais civis que tenham interesse e perfil para seguir a trajetória política. Nossa categoria tem pouca representatividade política em Sergipe e na esfera federal também. É uma realidade que precisamos questionar e enfrentar, não apenas aceitar”, pontuou Adriano Bandeira. Os filiados apoiaram a iniciativa, que já conta em outros estados com discussões mais avançadas sobre o tema.

 
No referente ao tema Projeto Oficial de Polícia Civil (OPC), a categoria foi informada sobre todo o trâmite do projeto e os passos futuros a serem dados pelo Sinpol/SE caso haja resposta negativa ou não haja nenhuma resposta por parte do Governo do Estado.


Quanto aos processos judiciais em andamento no sindicato, Ênio Nascimento, diretor Jurídico do Sinpol/SE, destacou as principais ações dos filiados que tramitam no momento, com o objetivo de garantir direitos devidos a determinados policiais civis, a exemplo de ações que tratam de horas extras e licença-prêmio.


Deliberações


A categoria compreendeu a necessidade de alteração estatutária para atualizar o endereço atual da sede do Sinpol/SE e essa foi a primeira deliberação. Como segundo ponto, foi informado aos filiados a necessidade de alienação dos terrenos de propriedade do Sinpol/SE como forma de fortalecer financeiramente a entidade sindical e investir em uma sede adequada aos fins sindicais e que facilite o acesso para seus filiados. Entretanto, os filiados presentes votaram pela não venda dos bens, por entenderem que Sergipe não apresenta no momento o cenário imobiliário favorável para a alienação dos dois terrenos. Os filiados optaram por discutir o tema em um segundo momento, dentro de um contexto mais oportuno.


Veja também

Dieese: O que gera emprego é investimento do governo, não é reforma

Dieese: O que gera emprego é investimento do governo, não é reforma

30/10/2017 - por Estefania de CastroAo contrário do que dizem as entidades patronais, a Reforma Trabalhista não vai gerar emprego, mas...

Nova diretoria do Sinpol/SE realiza visita institucional à PGE

Nova diretoria do Sinpol/SE realiza visita institucional à PGE

04/01/2019 - Realizar visitas a órgãos públicos, sindicatos e autoridades locais que atuem com ações propositivas volt...

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

10/02/2018 -   ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA O Presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Sergipe – SINPOLSERGIPE, no...

Você já é um filiado do Sinpol-SE?