• SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DO ESTADO DE SERGIPE

Dirigentes do Sinpol Sergipe discutem várias demandas com Secretário de Governo

Policiais Civis cobraram a resolução de demandas reprimidas.

04/04/2018

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Sergipe – SINPOL SERGIPE, João Alexandre Fernandes, esteve reunido na manhã desta quarta-feira (04) com o secretário Rosman Pereira dos Santos, da Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão – SEPLAG, ocasião em que cobrou resolução de demandas reprimidas, algumas desde 2016, começando pela Reestruturação das Carreiras da Polícia Civil.

O presidente do SINPOL SERGIPE foi taxativo ao afirmar que os trabalhadores Policiais Civis e o povo sergipano são os que mais sofrem diretamente pelo descaso com a investigação criminal em Sergipe nesses últimos oito anos, pois, além da Instituição Polícia Civil permanecer com o efetivo de Agentes e Escrivães defasado há muito tempo, o Governador Jackson Barreto, de forma equivocada e por má orientação, decide promover concurso para o cargo de Delegado de Polícia, quando todos sabem que a atividade investigativa é desenvolvida 80% a 90% pelos integrantes da base.

João Alexandre disse que “ao invés de abrir concurso para vagas que dispendem salários vultuosos apenas para ocupantes do cargo de Policial Civil Delegado, deveria aproveitar melhor o Policial Civil Agente e o Policial Civil Escrivão que também possuem o nível superior de ensino, alguns inclusive pós-graduados em direito e que na prática já executam todas as tarefas comuns à Polícia Civil, sobretudo, valorizando-os profissionalmente para assumirem pequenas cidades do Interior de Sergipe (aquelas com contingente populacional reduzido), cuja estipulação de promoção automática para uma nova classe imediatamente superior, atribuindo verba remuneratória específica, provocaria muito menos impacto aos cofres públicos do que assumir ‘ad eterno’ o pagamento de altos salários para desenvolver a mesma atividade fim, assim como, promoveria o atendimento imediato aos cidadãos locais”.

Venda da Licença-Prêmio - Questionado, o secretário Rosman Pereira, admitiu que houve um equívoco por parte da gestão quando fez uma concessão para os delegados. Nós levamos o pleito da base para o CRAF, que negou. Mas, por conta do pedido ter sido analisado sob o ponto de vista da coerência, decidimos que para aqueles que tivessem feito o requerimento antes da data do Decreto, o Estado pagaria, mas nos esbarramos na falta de dinheiro. Porém, segundo ele, isso não impede que seja feita uma nova tentativa junto ao CRAF e, de alguma forma, o Estado negociar a forma de pagamento.

Subsídio para Agentes Auxiliares - Quanto a essa questão, após ser indagado, o titular da SEPLAG disse que o vice-governador já havia lhe pedido para fazer os cálculos sobre o impacto na folha, para apresentá-lo na próxima semana. “Já temos esse cálculo feito. Não vejo a diferença tão significativa”, disse o secretário. João Alexandre perguntou também se havia feito o cálculo considerando que muitos já recebem o correspondente valor atualmente e desconsiderando a incidência do adicional noturno, quando então Rosman Pereira aquiesceu positivamente.

Rubrica para compra de armas - Outra demanda sobre uma nova rubrica para que os servidores policiais civis associados ao SINPOL SERGIPE, aposentados ou não, possam adquirir arma de fogo própria, como sempre ocorre. O sindicato realizaria o pagamento à vista e o associado descontaria mensalmente em folha de pagamento. O secretário afirmou que verificaria o processo original gerado através da solicitação do Sindicato e observaria o motivo da rubrica não ter sido gerada.

João Alexandre disse que “Por mais que o governador lamente que o Estado está em crise, sem dinheiro, nós o vemos promovendo uma série de publicidade divulgando suas ações e obras. O que nós precisamos, na verdade, é otimizar o serviço da Polícia Civil, resolvendo essas demandas da base. Nós temos o que oferecer, o que sugerir. A gente não quer só pedir. A gente quer propor”, finalizou.

Além do secretário Rosman Pereira dos Santos, titular da Secretaria de Estado do Planejamento Orçamento e Gestão – SEPLAG, e do presidente do SINPOL, João Alexandre Fernandes, estavam presentes à reunião a Secretária-Executiva da SEPLAG, Adriana Menezes, e o Diretor de Comunicação do SINPOL, Jorge Henrique dos Santos.


Veja também

NOTA DO SINPOL SERGIPE

NOTA DO SINPOL SERGIPE

17/04/2018 - A bem da verdade e em respeito aos honrados Policiais Civis do nosso Estado, a direção do Sindicato dos Policiais Civis de Ser...

Reforma trabalhista entra em vigor para 'baratear' brasileiro

Reforma trabalhista entra em vigor para 'baratear' brasileiro

13/11/2017 - A nova lei trabalhista, assinada em julho pelo presidente Michel Temer, entra em vigor a partir deste sábado 11. É a...

Governadores se unem para defender pacto nacional em torno da segurança pública

Governadores se unem para defender pacto nacional em torno da segurança pública

30/10/2017 - Governadores de todo o Brasil se reuniram nesta sexta-feira (27) para discutir medidas de fortalecimento da segurança pública,...

AL publica Lei que trata do subsídio dos agentes auxiliares.

AL publica Lei que trata do subsídio dos agentes auxiliares.

15/08/2017 - GOVERNO DE SERGIPE LEI Nº. 8.157 DE   21   DE      NOVEMBRO      ...